domingo, 10 de dezembro de 2017

RESENHA: O Acordo (Amores Improváveis - Livro 01)

Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.

Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

domingo, 3 de dezembro de 2017

SORTEIO: O beijo traiçoeiro + resultado Novembro


Oi, pessoal!

Depois de muita demora, o sorteio está no ar! O livro do mês é "O beijo traiçoeiro", da Erin  Beaty. Para participar é só seguir as regras e o formulário abaixo:

RESENHA: Não me abandone jamais

Kathy H. tem 31 anos e está prestes a encerrar sua carreira de "cuidadora". Enquanto isso, ela relembra o tempo que passou em Hailsham, um internato inglês que dá grande ênfase às atividades artísticas e conta, entre várias outras amenidades, com bosques, um lago povoado de marrecos, uma horta e gramados impecavelmente aparados. No entanto esse internato idílico esconde uma terrível verdade: todos os "alunos" de Hailsham são clones, produzidos com a única finalidade de servir de peças de reposição.
Assim que atingirem a idade adulta, e depois de cumprido um período como cuidadores, todos terão o mesmo destino - doar seus órgãos até "concluir". Embora à primeira vista pareça pertencer ao terreno da ficção científica, o livro de Ishiguro lança mão desses "doadores", em tudo e por tudo idênticos a nós, para falar da existência. Pela voz ingênua e contida de Kathy, somos conduzidos até o terreno pantanoso da solidão e da desilusão onde, vez por outra, nos sentimos prestes a atolar. 

sábado, 25 de novembro de 2017

Lemos na Fábrica: Outubro 2017

Outubro foi um mês de leituras bem diferentes e interessantes. E teve a volta do John Green! Vamos conferir o que eu li?

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Diário de leitura - As crônicas de Nárnia: O cavalo e seu menino - Livro 03


Ao saber que não era filho de Arsheesh, o pescador, o jovem Shasta decide fugir da cruel Calormânia. Na companhia do cavalo falante Bri, ele parte em direção ao Norte rumo a Nárnia, onde o ar é fresco e reina a liberdade. Em sua jornada pelo deserto árido, Shasta tenta imaginar o que estará esperando por ele adiante. Tudo parece tão vasto, desconhecido, solitário... e livre. 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

RESENHA: O beijo traiçoeiro (The Traitor´s - Livro 01)

Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Semana "Tartarugas até lá embaixo": Os livros de John Green


O dom que o John Green tem de emocionar e criar identificação com o leitor nunca falha. Até quem já passou da faixa etária para a qual seus livros se destinam consegue ver um pouco de si mesmo nas suas obras, acho que especialmente em "Tartarugas até lá embaixo", onde o autor nos dá uma visão bem sólida da ansiedade e qualquer que seja a idade do leitor, ele vai perceber a importância de se falar sobre o tema.Ele respeita seu público e não se abstém de tratar assuntos como orientação sexual, problemas mentais e perda, dando ênfase a estes nos seus enredos de forma bem crível.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

RESENHA: Tartarugas até lá embaixo

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).
Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses. 

Seis anos se passaram desde o lançamento do último livro do John Green e eu não sabia o que esperar deste retorno. Munida de curiosidade e boas expectativas, fui conhecer a Aza e seu complicado dia a dia.

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

SORTEIO: A casa das marés + resultado Outubro


Oi, pessoal!

Sorteio no ar! O livro do mês é "A casa das marés", da Jojo Moyes. Para participar é só seguir as regras e o formulário abaixo:

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

RESENHA: A casa das marés

Uma história que atravessa décadas e gerações para mostrar que nunca é tarde demais para nos descobrir e correr atrás dos nossos sonhos.
Na década de 1950, Merham não passava de uma cidadezinha litorânea como tantas outras: pacata, tradicional e obcecada pelas aparências. Os homens cuidavam do comércio, as mulheres cuidavam dos filhos e todos tomavam conta da vida dos outros. Até que um boêmio grupo de artistas estrangeiros se muda para a Casa Arcádia, uma bela construção art déco à beira-mar. Ao contrário dos demais habitantes, que logo veem os artistas com maus olhos, temerosos de que possam destruir a boa reputação da cidade, Lottie Swift e Celia Holden não conseguem esconder o interesse pelos novos residentes. 
Cinquenta anos mais tarde, quando o passado já parece enterrado e esquecido, a Casa Arcádia é vendida para um empresário que pretende transformá-la em um refúgio de luxo planejado pela arquiteta Daisy Parsons, que chega a Merham para reconstruir não só a casa, mas sua própria vida. Porém, assim como antes, o prenúncio de mudança revolta os moradores, dispostos a tudo para inviabilizar o projeto.
Repleto de encontros emocionantes e segredos revelados, A casa das marés é uma leitura deliciosa e romântica que explora as dinâmicas familiares, antigos amores e traições.